Ela.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010
Ela me chegou quando ainda estava pensando em te esquecer.
Ela chegou me mimou e me fez enaltecer.

O começo da nossa história.
Conheci ela quando,dois amigos me chamaram para ir no lanchinho da minha quadra, eu nem queria ir, mas acabei indo.
Quando cheguei lá, a vi, e como era bela!
Conversamos até a hora do lanche fechar,então fui ousado e pedi seu número.
Ela mesmo desconfiada, me deu seu  número.
Liguei no outro dia e marquei o encontro, seria um encontro diferente de todos que já havia marcado.

Tivemos um encontro muito bom, conversamos,lanchamos,rimos,vimos um filme brasileiro que odiava, mas tudo bem, estava sendo incrível.
Estava na hora de irmos para casa, fui acompanha-la até a parada,o ônibus dela abriu a porta e ela já estava na porta, quando correu até mim e me beijou!

Achei inscrível!Fui para casa muito feliz!

Liguei para ela
Um dia após nosso encontro , eu liguei para ela, e nada aconteceu, ela estava fria e a sentia estressada.

Perguntei: - O que houve?
Ela diz: - Nada.
Perguntei: Você vai ficar assim?
Ela diz: Assim como? {se fazendo de desentendida}
Sem paciência, falei: Tudo certo então,outra hora ligo. {Dando uma de machão}
 Ela diz: OK.

É, fiquei surpreso com essa atitude, jurando que ela iria dizer: - Não espera!
Pena, eu gostei tanto daquele dia no parque, você sem os caprichos que hoje você demonstra.

No outro dia, mal esperei dá 11:00 liguei, mesmo sabendo que ela estaria na escola.

Digo:-Oi,tudo bem? está melhor?
Ela: -Sim,sim! estou ótima!você dormiu bem?
Disse rindo:- É acho que sim, já é quase meio dia!{risos}
Ela envergonhada:-Nossa! desculpa!é mesmo,meio dia! {escuto a sirene da escola a tocar}
Ela:-Mas, o que tem de novidade para me ligar? {fiquei meio abismado com a sinceridade dela,mas continuo sem dá trela.}
Digo: - Só senti falta de ouvir sua voz,aquele dia foi incrível!{parecendo um adolescente que não controla os hormônios rs'}
Ela sem jeito: - Ahh,foi mesmo,foi mesmo,lembro-me bem das árvores, do vento que fazia, e como eu pensava na minha chapinha rs'{ achei meio estranho, a lembrança da chapinha, mas fingi que nem escutei}
Digo: -É mesmo, ventava bastante no ...{ela me interrompe}
Ela: -Oi, desculpa interromper, é que eu tenho que ir embora agora, que tal me ligar daqui uma hora?
Digo: - Tudo bem..{meio desapontado}
Ela:-Tchau!

Fiquei em casa, contando os minutos, e quem disse que o tempo passava?
Olhava demais para o relógio e toda vez que olhava só havia passado 5 minutos,isso me frustrava!

Uma hora depois,pensei em ligar, mas eu meu orgulho disse: NÃO!
E disse também:-Toma vergonha na cara!para de correr atrás dela!
Eu com 20 anos, respondi: - Isso mesmo.Não vou mais correr atrás dela.

Dois dias depois,estava no trabalho, quando meu amigão me entregou o celular{ele adorava jogar no meu celular,por isso ele passava metade do tempo descarregado rs'}
Ele disse: É ELA! {atende,atende}.

Mesmo animado,atendi e banquei o durão.

Eu:-Oi
Ela:- Oi!como vai?você não me ligou porque?
Eu:- Ahh é,tinha que te ligar!{sabia que estava dando uma de idiota,mas prossegui}
Ela:- É,acho que tinha! {muito irritada}
Ela:- Bom, vou desligar,até depois!

Ela mal me esperou responder,e desligou!

Decidi ir a escola dela, mas quando chego lá....
Continua..




4 comentários:

  1. Karla Hack disse...:

    Gostei do ritmo... e alguns dos diálogos ficaram bem interessantes!

    Gostei!

    ;D

  1. Geni Laís disse...:

    aah, eu adoro diálogos.
    muito bom! :*

  1. Rai disse...:

    Adorei o texto
    gosto de diálogos

  1. Hisotria bem juvenil. Normalmente nessa idade parece q tudo é um jogo. Me faço aki, ela se faz la, e a cada atitude da outra pessoa baseamos a nossa!

    To aocmpanhando, refletiu com delicadeza e clareza essa fase da vida!!

    Vou esperar a continuaçao!

    Bjss


    http://www.estilodistinto.com/

Postar um comentário

Mochileiros.